quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Posted: 24 Sep 2014 06:50 PM PDT
Zombie Apocalypse? Ebola Patients Reportedly Rise from the Dead zombiegrinder2

Como o vírus Ebola incurável continua a rasgar com as nações africanas, as comparações foram traçadas entre as vítimas da doença e mortos-vivos de filme de terror lore.

Mas uma nova revelação de uma das regiões atingidas pode adicionar credibilidade a essa analogia.

Um relatório do The New Dawn Libéria pretende que não apenas um, mas dois pacientes Ebola do condado de Nimba que tinham morrido da doença misteriosamente voltaram à vida para a descrença dos moradores bem diante de seus funerais.

De A New Dawn Libéria :

Dois pacientes Ebola, que morreu do vírus em comunidades separadas em Nimba County ter supostamente ressuscitado no município. As vítimas, ambas do sexo feminino, que se acredita estar na faixa dos 60 e 40 anos, respectivamente, morreram do vírus Ebola recentemente na esperança Aldeia Comunidade ea Comunidade Católica em Ganta, Nimba.

Mas, para o espanto dos moradores e curiosos na segunda-feira, o falecido teria recuperado a vida em total descrença. O correspondente NewDawn Nimba County disse que o final de Dorris Quoi da Esperança Vila comunitário e a segunda vítima apenas identificada como Ma Kebeh, disse ser no final da década de 60, estavam prestes a ser levado para o enterro, quando ressuscitou.

O relatório prossegue afirmando que a suposta ressurreição das vítimas ", criou supostamente pânico em moradores de Vila Esperança da Comunidade e Ganta em geral", com um pouco de rejeitar o recém-ressuscitado como fantasmas ", que não poderiam viver entre eles." De acordo com o New Dawn, esta é a primeira ocorrência conhecida de Ebola zombie-ismo.

Como um leitor em AllAfrica.com aponta, a explicação mais razoável é que as vítimas tinham provavelmente nunca realmente morreu, mas provavelmente ainda estavam vivos em estados comatosos.

Se a notícia é factual, pode dar um novo significado à federais, estaduais e municipais treinos de preparação e exercícios de treinamento que está sendo realizado em que os principais alvos são " formas de vida de zumbis criados após um organismo é infectado por um vírus ou bactéria ou algum outro contágio . "

A questão macabro que tem que ser feita neste momento é: como muitos outros pacientes supostamente "mortos" foram enterrados vivos? Veja o nosso relatório especial chocante sobre como as tropas do Exército estão treinando para matar as ondas de "zumbis" durante uma pandemia viral no contexto de um país do terceiro mundo.

Via: Infowars
Posted: 24 Sep 2014 06:44 PM PDT
isis-600

Uma chamada de ISIS para muçulmanos do mundo inteiro para matar até 10 milhões de americanos "de qualquer maneira ou forma no entanto, pode ser" é apoiado por um decreto islâmico por um teólogo da Arábia Saudita, que foi descoberto entre os documentos apreendidos a partir de uma base ISIS na Síria, relatórios Islam pesquisador Walid Shoebat

A fatwa, que apela para a aniquilação completa de os EUA, vem do teólogo arábe Nasr Al-Fahd.

Shoebat, um ex-agente terror muçulmano que renunciaram seus caminhos, revisou a fatwa de 26 páginas, que, segundo ele, nunca foi traduzido pelo governo dos EUA para o escrutínio público.

A fatwa, disse Shoebat, um falante nativo árabe, deu o porta-voz ISIS Abu Muhammad al-Adnani ash-Shami a justificativa para chamar os muçulmanos a matar os ocidentais.

Em um vídeo que foi postado no YouTube e depois removido, o líder ISIS é visto declarando: "Se você pode matar um descrente americano ou europeu - especialmente os franceses rancoroso e corrupto - ou um australiano ou canadense, ou qualquer outro descrente ... incluindo os cidadãos dos países que entraram em uma coalizão contra o Estado Islâmico, então confiar em Deus, e matá-lo de qualquer maneira ou forma no entanto, pode ser. "

Shoebat descreve-se como um ex-"radicalizada muçulmanos dispostos a morrer pela causa da jihad" e membro da OLP, até que ele se converteu ao cristianismo em 1994.

A fatwa de Al-Fahd afirma que Deus exige muçulmanos "punir de forma semelhante como você estavam aflitos" e "pagar o mal com o mal."

Ele disse que os muçulmanos podem matar e destruir em resposta ao que eles acreditam que é a destruição infligida aos muçulmanos.

"Assim, o observador vê a agressão americana contra os muçulmanos e as suas terras durante as últimas décadas [e] conclui o ... número de mortos, de entre os muçulmanos [é] perto de 10 milhões."

Ele continuou: "E quanto às terras que [América] gravados com suas bombas e suas explosivos e foguetes não se pode enumerar senão Deus, e tudo o que aconteceu no Afeganistão e no Iraque, e isso é o que causou as guerras em muitos dos muçulmanos causando falta de moradia. Portanto, se [a] bomba é lançada para eles que vai matar 10 milhões deles, e ele vai queimar a sua terra, tanto quanto eles queimaram as terras muçulmanas esta é, portanto, admissível sem a necessidade de mencionar qualquer outra prova. "

Al-Fahd estava respondendo a uma pergunta sobre as armas de destruição em massa, Shoebat explicou.

Instruções da Al-Fahd foram: "Se os infiéis não podem ser repelidos dos muçulmanos, exceto por recorrer a usar essas armas, então ele pode ser usado mesmo se matou e os exterminou completamente incluindo dizimando suas colheitas e seus descendentes."

Shoebat disse que seu website trabalhou na tradução da fatwa e achou "horrível e extremamente preocupante."

"A carta e os detalhes é o que todo líder ISIS carrega em seu laptop e é o que divulgarem aos seus agentes em todo o mundo", disse Shoebat. "Mas também é bastante difundida na rede social da mídia em árabe, e que a descoberta laptop não deve ser chocante em tudo. É o que ISIS utiliza, bem como várias redes jihadistas que postam os ensinamentos para uso público em geral para todos os muçulmanos que residem nas sociedades ocidentais ".

Ele observou a fatwa descreve os assassinatos como "bondade e caridade."

O documento afirma: "Foi mostrado em Sahih ... o profeta disse:" Allah escreveu tudo o que precisa saber sobre Ihsan (bondade) por isso, se você matar aperfeiçoar a sua morte e se abate, aperfeiçoar o seu abate e afiar sua lâmina e confortar o seu sacrifício '. "

Shoebat apontou ISIS vê matando americanos como um ato de misericórdia.

Ele citou a fatwa: "Ibn Rajab disse sobre a misericórdia de Deus em sua coleção sobre ciência e governação, p 112:" a caridade é permitido matar pessoas e animais da maneira mais fácil e não aumentam na tortura e o método mais fácil para matar um ser humano é atingir o pescoço com a espada da violência, de acordo com o Alcorão "quando" você encontra os incrédulos então decepar o pescoço "(Alcorão)" فإذالقيتمالذينكفروافضربالرقاب 'e ele também disse: "Eu vou espalhar horror / terror nos corações dos incrédulos, fere acima de seus pescoços e fere [suas] mãos dele '. "

Shoebat advertiu há muito mais para traduzir a partir da fatwa, que está "repleta de declarações horríveis e é estritamente apontando para os Estados Unidos a partir de assassinato em massa para espalhar a doença para destruição da vida humana em massa."

Ele explicou o laptop em que o manifesto foi encontrado "foi apreendido a partir de uma base ISIS na Síria [e] contém planos para lançar devastadores ataques terroristas [e] também contém instruções sobre como construir explosivos, uso de disfarces para viajar sem serem detectados, e os planos para construir armas químicas. "

Ele disse que o documento afirma a vantagem de armas biológicas é "que eles não custam muito dinheiro, enquanto as perdas humanas pode ser enorme."

Enquanto os EUA e vários "aliados árabes" juntou-se segunda-feira em ataques aéreos contra ISIS na Síria, o ex-deputado. Allen Oeste disse a menos que os EUA implanta Forças Especiais no chão e reconhece o seu inimigo é jihadistas islâmicos, a estratégia militar de Obama contra o ISIS é condenado a falha.

Juntando Oeste, em que a opinião foi aposentado do Exército tenente-general William G. Boykin. Ambos têm experiência em combate no Oriente Médio.

Em entrevistas separadas com WND, Boykin e Oeste afirmou o presidente Obama não pode empregar guerra politicamente correta para derrotar os jihadistas islâmicos brutalmente selvagens que já demonstraram a sua capacidade de alcançar a vitória no campo de batalha ideológica cobrado do século 21, no Oriente Médio.

Na semana passada, o Congresso aprovou o plano de Obama para treinar e armar os chamados rebeldes sírios "moderados" do Exército Sírio Livre, a FSA, a lutar ISIS. Há evidências de que os membros do FSA abertamente cooperou com ISIS eo grupo al-Qaeda-linked Jabhat al-Nusra .


Via: http://www.wnd.com/
Posted: 24 Sep 2014 06:10 PM PDT


Tenho dito que falar sobre a maçonaria me causa extrema repugnância e sensação de rebaixamento. Minha insistência se deve ao fato da teimosia desta instituição, por querer dirigir e governar o mundo. Graças aos homens evangélicos que aceitam suas sugestões e, obediência servil, para o fim proposto [anticristo], não resta outra alternativa se não confrontarmos, pela vulgarização do tema em específico, a infiltração destes parasitas no governo eclesiástico. É por esta razão que salvei este bem material, para dar fim aqueles que julgo obstáculos para obra de Cristo.


Quando constatado por este blog a Fraternidade dos Deputados-Pastores Daniel Messac e João Campos com o Grande Oriente de Goiás (G.O.B), onde continuo enfrentando dois processos civis de reparação por danos morais, representados por estes figurões das Assembléias de Deus, dizendo-se ofendidos e prejudicados por receberem por mim o título de “maçom-descarado”, esperava ser mais útil nesta denúncia.

Obvio que não dei espaço para ingenuidade neste propósito, ao ponto de acreditar que esta iniciativa criaria um sentimento de obediência e dever cristão com homens que foram educados na monstruosidade anticristã. Esperava pelo menos que esta provocação os ensinassem a serem mais secretos e invisíveis quando se dirigissem para um acasalamento maçônico. Não foi o que aconteceu! Acreditem, depois de toda repercussão no caso Daniel Messac e João Campos, o mesmo Grande Oriente do Brasil de Goiás, em Goiânia, continua dando á conhecer ao público, com a maior naturalidade, nomes de Pastores maçons que visitam suas reuniões administrativas.

No dia 05 de maio, uma terça-feira, a Loja Maçônica Asilo da Acácia 1248, de Goiânia, em sessão presidida pelo Venerável Mestre Jaime Luiz Pereira, onde homenageava as mães maçônicas daquela Oficina, com flores, teve como ponto alto da sessão, o que chamaram de “palestra muito bem proferida e fundamentada por trechos bíblicos”, a presença do Pastor Adjunto da Segunda Igreja Batista de Goiânia e, “Irmão Maçom”, Arildo Mota dos Reis Pessoa. Segundo o site http://www.gobgo.com.br o Pastor já integrou durante longo tempo o Quadro da Loja Liberdade e União, além dos seus Irmãos Juvenil dos Reis Pessoa e José Mota dos Reis Pessoa, que “prestam excelentes serviços ao Grande Oriente do Estado de Goiás” segundo esta afirmação.

Quero constatar que a naturalidade do GOB em mencionar nomes de Pastores maçons em suas reuniões, também é fenômeno da incoerência da mídia evangélica [sem deixar de lado a cegueira do povo evangélico]. Para que serve uma imprensa evangélica com selas e rédeas fortes do sistema? Discutem a polêmica da maçonaria no meio evangélico e se contradiz, por que fala a toa! Penetra no âmago da questão sempre apalpando o terreno antes de dar um passo, desempenhando o papel de fazer provocar discussões com o tema “maçonaria” sem querer alcançar algum resultado verdadeiro. O exemplo destas fechaduras, Gospel Prime e Gospel Mais, é o caso Daniel Messac e João Campos.



Relatei mais de 60 maçons evangélicos sendo iniciados na maçonaria [03 de agosto de 2011, Hotel Guanabara, Rio de Janeiro] com direito à cerimônialidades no “Rito Escocês”, sigla referencial (Movimento de Integração dos Evangélicos Maçons), [e pior] publicada com as luzes acesas pela própria Ordem do Grande Oriente. E a imprensa evangélica? Não se serviu destas fontes para analisar, se quer para informar este evento! Podemos considerar este advento um caso inédito na história da Igreja no Brasil “um raio que caiu duas vezes no mesmo lugar” e, em Goiás, onde dois Deputados das Assembléias de Deus Madureira se unem para processar outro pastor por reparação de danos morais por que se acham no direito de serem maçons como pastores sem querer ser identificados [ofendidos por serem chamados de maçons sendo maçons?]. Pior, uma das serpentes desta Ordem, Deputado João Campos, o delegado Federal, está representado por uma junta de advogados pagos pelo Estado! Este indivíduo se utilizou da máquina pública e, de suas imunidades como parlamentar, para fazer calar a denúncia que fiz! Em momento algum a imprensa evangélica noticiou o caso, se quer consultou as partes para esclarecer! Excitam, excitam, ao mesmo tempo que acalmam o público evangélico! A maçonaria tem uma imprensa especial no ramo evangélico? Penso que todas estão interligadas! Fazem jornalismo para cegos, pois nenhum jornalista pode revelar os segredos e as aspirações desta Ordem! Muito mais a que se diz evangélica!

Quanto ao Pastor Adjunto da Segunda Igreja Batista de Goiânia e, Maçom, Arildo Mota dos Reis Pessoa, sua Igreja Batista não sabe de nada?? Garanto que sim, estão habituados, acostumados, não sabem fingir! São íntimos, notai a intimidade de cada uma destas instituições evangélicas, todas tem uma função importante no Estado e, sublinham redações de leis e decretos governantes sob o pretexto de uma liberdade social! O que na verdade se transformará á noite em culto ao Bezerro de ouro e reuniões maçônicas com citações bíblicas!!

O que me preocupa, com o efeito, e poucas exceções, é a força educativa por meio destes atentados! A prova da grande astúcia, no decurso dos entendimentos maçônicos, negociações ocultas, táticas opostas as Sagradas Escrituras, é sabermos que um governo eclesiástico inabalável se formou estrategicamente dentro do cristianismo para obrar de acordo com os planos maçônicos! Estas tropas montadas do poder maçônico, canais humanos que levam o esgoto dos princípios satânicos na educação teológica do povo “liberdade, igualdade, fraternidade” sem que percebam de que não se trata de evangelho! O mais seguro caminho do êxito desta anarquia espiritual que é fazer guerra contra Cristo sem ousar criar embaraços com o povo! Para isso servem as sutilezas, demagogia e delicadezas dos homens de todas opiniões, transformar o caráter mais obstinado destes evangélicos em presas maçônicas! Uma sociedade que merece ser governada pelo diabo, é uma sociedade que não quer ver!!

Maranata, Jesus está voltando!!

FONTE:
http://www.gobgo.org.br/OLD/noticias/2009/05/05mai09a.html

http://pastordanielbatista.com/2011/09/23/maconaria-evangelica-reunida-pastores-e-deputados-federais-joao-campos-e-daniel-messac/

http://pedreiro-livre.blogspot.com/

Via: http://pastordanielbatista.com/2014/09/24/g-o-b-maconaria-evangelica-reunida-e-sua-imprensa-de-araque/
Posted: 24 Sep 2014 06:00 PM PDT


Um vídeo de 42 minutos postado esta semana na internet traz uma ameaça clara do Estado Islâmico (EI) aos cristãos, em especial os católicos. “Vamos quebrar suas cruzes, escravizar suas mulheres com a permissão de Alá, o Altíssimo”, assegura a gravação. Originalmente em árabe, foi traduzida para diversos idiomas por Abu Mohammad al Adnani, porta-voz do grupo extremista.

Após diferentes países terem se unido numa coalizão militar contra o grupo que atua principalmente no Iraque e na Síria, o apelo do EI é para seus simpatizantes espalhados pelo mundo. Eles pedem que seus seguidores matem “de qualquer forma” cidadãos norte-americanos, europeus e de países que desejam o fim dos terroristas muçulmanos. Dizem ainda que as nações pagarão um ‘alto preço’ pelos ataques.

Adnani pede que os muçulmanos espalhados pelo globo “ataquem os soldados e as tropas dos tawaghit (os que excedem os limites fixados por Alá). Incluindo seus policiais, agentes de segurança e inteligência e seus agentes traidores… Se puder, mate um infiel americano ou europeu, especialmente franceses, australianos, canadenses ou qualquer um que promova a guerra infiel, incluindo todos que aderiram à coalizão contra o Estado Islâmico. Mais uma vez confiaremos em Alá e mataremos de qualquer maneira que for possível”, enfatizou.

“Quebre a cabeça deles com uma pedra, ou mate-os com uma faca, ou atropele-os com seu carro, ou derrube-os de um lugar alto, ou sufoque-os, ou envenene-os… você pode destruir tanto seu sangue quanto sua riqueza”, ensina o líder do EI.

A ameaça tem como alvo claro a Itália e o Vaticano, pois o vídeo menciona que “Roma será conquistada”. O papa já foi apontado como um possível alvo de atentados do EI. Chama ainda o presidente Obama de “mula dos judeus” e anuncia sua morte para breve, zombando da decisão dos EUA de bombardear o EI no Iraque e na Síria. Finaliza anunciando que “estamos em uma nova era, uma era onde os muçulmanos, seus soldados [do EI], e seus filhos são líderes, não escravos”.

Recentemente, os Estados Unidos anunciaram que mais de 50 países fariam parte da aliança internacional contra o EI, que reúne cerca de 30.000 soldados e que lutam para estabelecer um califado islâmico.

O vídeo teve grande repercussão na mídia europeia e americana, pois surge num momento em que fontes do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) registra a fuga de cerca de 130 mil cidadãos sírios, especialmente curdos, fugindo para a Turquia. As tropas jihadistas estão a 5km da fronteira entre Síria e Turquia, e ameaçam uma invasão.

GP e ocorreiodedeus.com.br
Posted: 24 Sep 2014 05:32 PM PDT
Un voluntario toma medidas para evitar contagiarse en Monrovia,...

As previsões sobre a epidemia do ebola na África não param de piorar. Nesta terça-feira (23), os Estados Unidos e a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgaram prognósticos pessimistas sobre a doença, caso não haja reforço no controle do ebola.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, entidade de saúde pública do governo norte-americano, o número de contaminados pelo vírus do ebola poderá atingir 1,4 milhão de pessoas até o início de 2015. A informação foi divulgada horas depois da publicação de estudo da OMS, que prevê 20 mil pessoas contaminadas pelo vírus ebola até novembro, caso o combate contra a epidemia que já matou mais de 2.800 pessoas no oeste africano não seja reforçada.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (23), na publicação do New England Journal of Medicin.

"Se não ocorrer uma mudança nas medidas de controle da epidemia", até novembro serão contados 9.939 casos na Libéria, 5.925 casos na Guiné e 5.063 casos na Serra Leoa, dizem os especialistas. (ANSA)

Via: UOL
Posted: 24 Sep 2014 05:11 PM PDT

As artistas Piscina Paolini e Marianela Perelli estão gerando revolta na Argentina por causa de suas novas obras. Elas criaram versões religiosas da Barbie e de seu companheiro Ken. A boneca aparece nas “versões” Virgem Maria, Maria Madelana e Nossa Senhora Aparecida. Por sua vez, o Ken ganha forma de São Caetano, São Roque, mas a imagem de Jesus Cristo crucificado foi a que mais irritou os religiosos.

“Utilizamos o humor para ressaltar a desconexão com o universo histórico, político e religioso, que é uma ficção”, afirmam as artistas. Contudo, católicos e evangélicos argentinos reclamaram que as “obras” dessas artistas fazem piada das imagens sagradas.

Os bonecos não serão vendidos, pois as criadoras não tem autorização da Mattel, dona da marca Barbie e Ken. Elas reconheceram que sabiam que gerariam polêmica. Contam ainda que não foram procuradas pela Mattel, mas sofreram ameaças de processo da igreja católica de San Juan, pois elas usaram sem permissão a imagem das santas que são patenteadas.



Contam ainda que no passado fizeram versões de bonecas retratando personagens famosos na Argentina, como o jogador de futebol Diego Maradona, o ex-presidente Juan Domingo Perón e a esposa Evita, até mesmo do Papa Francisco. Nunca tiveram problemas por causa disso. Piscina declarou ainda que elas “nada têm contra as religiões” e que não pretendem fazer outras representações, como do profeta Maomé, pois sabem que o Islã as considera ofensivas ao profeta.



Por causa da repercussão, as duas artistas plásticas foram procuradas por diferentes galerias de arte, interessadas em fazer mostras com as bonecas e outras obras de sua autoria. Com informações BBC e Gospel Prime
Posted: 24 Sep 2014 04:58 PM PDT


Como sempre, A terrorista Dilma defendendo bandidos e assassinos...

Ontem a quantidade de assuntos foi tamanha que essa sandice de Dilma na ONU passou batida. Em um discurso nas Nações Unidas, a presidente disse lamentar o bombardeio dos EUA contra os terroristas do ISIS. Detalhe que ninguém ouviu ela fazer qualquer lamento pelas vítimas dos terroristas.

Esse tipo de postura em defesa dos terroristas não é novidade para o governo petista. E sempre que eles abrem a boca para falar sobre os conflitos internacionais, lançando o ridículo sobre nosso país. Quem não se lembra de Lula dando apoio ao Irã para que este pudesse enriquecer urânio impunemente? Vamos reavivar nossa mente com um show de besteirol lulista em 2009:


Eu acredito firmemente que poderemos ter um mundo de paz, porque a guerra não leva ao desenvolvimento, ao progresso, à melhora da qualidade de vida das pessoas. Defendo que todos possam viver em harmonia.

A regra é sempre a mesma: enquanto os terroristas fazem suas barbáries, eles silenciam. Quando algum país civilizado revida, eles começam a fazer um patético discurso de “paz e harmonia” para travar quem tenta se defender. Eles sempre agiram assim em prol de grupos terroristas e ditaduras sanguinárias e contra civilizações democráticas. Por que agora seria diferente?

Enfim, veja a miséria vomitada por Dilma:


Lamento enormemente isso (ataques aéreos na Síria contra o EI). O Brasil sempre vai acreditar que a melhor forma é o diálogo, o acordo e a intermediação da ONU. Eu não acho que nós podemos deixar de considerar uma questão. Nos últimos tempos, todos os últimos conflitos que se armaram tiveram uma consequência. Perda de vidas humanas dos dois lados, agressões sem sustentação aparentemente podem dar ganhos imediatos, mas depois causam prejuízos e turbulências. É o caso do Iraque, está lá provadinho. Na Líbia, a consequência no Sahel. A mesma coisa na Faixa de Gaza [...] Nós repudiamos sempre o morticínio e a agressão dos dois lados. E, além disso, não acreditamos que seja eficaz. O Brasil é contra todas as agressões. E inclusive acha que o Conselho de Segurança da ONU tem que ter maior representatividade, para impedir esta paralisia do Conselho diante do aumento dos conflitos em todas as regiões do mundo.

O que temos aqui é o eterno truque da equivalência moral. Na ótica dessa gente, um grupo de terroristas que adota como dialética cortar a cabeça de seus opositores (exibindo os assassinatos como troféus em vídeos pela Internet) está no mesmo pé de igualdade que um estado democrático objetivando combater o terrorismo para proteger civis, em termos morais.

Mas qual é a forma de “diálogo” proposta por Dilma para tratar com os terroristas do ISIS? Quais os resultados esperados? Ela se propõe a participar? E se todos rirem na cara dela quando ela for “dialogar”? Alias, a turma do ISIS está “dialogando” com Hollande, ao matar refém francês sequestrado na Argélia. Esta é a “dialética”, Dilma? Essa “dialética” só é permitida para os terroristas ou para os opositores dos terroristas também? Qual sua manifestação por “diálogo” quando o ISIS começou a decepar cabeças? E quando os terroristas pró-Russia derrubaram um avião? Este tipo de “diálogo” (abatendo civis) vale só se for financiado por ditadores e terroristas, certo?

A quantidade de contradições dessa senhora é tamanha que é possível constrangê-la de várias maneiras só expondo o duplo padrão usado pelo PT para avaliar qualquer questão polêmica dos conflitos internacionais. Também pudera: um partido que toma como princípio ético que qualquer atrocidade está justificada se for a seu favor (e dos seus) e condenável se for contra só tende a se abrir para uma moralidade grotesca mesmo.

Via: http://lucianoayan.com/

Sem comentários: