quarta-feira, 30 de abril de 2014

Colapso Econômico, Fome e Miséria Programados e Iminentes.
Catastroika 
Publicado em 11/05/2012 O novo documentário da equipa responsável por Dividocracia chama-se Castastroika e faz um relato avassalador sobre o impacte da privatização massiva de bens públicos e sobre toda a ideologia neoliberal que está por detrás. Catastroika denuncia exemplos concretos na Rússia, Chile, Inglaterra, França, Estados Unidos e, obviamente, na Grécia, em sectores como os transportes, a água ou a energia. Produzido através de contribuições do público, conta com o testemunho de nomes como Slavoj Žižek, Naomi Klein, Luis Sepúlveda, Ken Loach, Dean Baker e Aditya Chakrabortyy. De forma deliberada e com uma motivação ideológica clara, os governos daqueles países estrangulam ou estrangularam serviços públicos fundamentais, elegendo os funcionários públicos como bodes expiatórios, para apresentarem, em seguida, a privatização como olução óbvia e inevitável. Sacrifica-se a qualidade, a segurança e a sustentabilidade, provocando, invariavelmente, uma deterioração generalizada da qualidade de vida dos cidadãos. As consequências mais devastadores registam-se nos países obrigados, por credores e instituições internacionais (como a Troika), a proceder a privatizações massivas, como contrapartida dos planos de «resgate». Catastroika evidencia, por exemplo, que o endividamento consiste numa estratégia para suspender a democracia e implementar medidas que nunca nenhum regime democrático ousou sequer propor antes de serem testadas nas ditaduras do Chile e da Turquia. O objectivo é a transferência para mãos privadas da riqueza gerada, ao longo dos tempos, pelos cidadãos. Nada disto seria possível, num país democrático, sem a implementação de medidas de austeridade que deixem a economia refém dos mecanismos da especulação e da chantagem — o que implica, como se está a ver na Grécia, o total aniquilamento das estruturas basilares da sociedade, nomeadamente as que garantem a sustentabilidade, a coesão social e níveis de vida condignos. Se a Grécia é o melhor exemplo da relação entre a dividocracia e a catastroika, ela é também, nestes dias, a prova de que as pessoas não abdicaram da responsabilidade de exigir um futuro. Cá e lá, é importante saber o que está em jogo — e Catastroika rompe com o discurso hegemónico omnipresente nos media convencionais, tornando bem claro que o desafio que temos pela frente é optar entre a luta ou a barbárie. ________________________________________




Por Kátia Catulo
publicado em 30 Abr 2014 - 05:00
// 

Portugal no topo dos países em que que a população prisional mais aumentou


Conselho da Europa diz ainda que Portugal é o terceiro, entre 41 países, com a duração médias das detenções mais elevadas

Indiana diz que foi violada por 12 homens por motivos políticos

Vítima integra ramo minoritário do Partido Bharatiya Janata, que pretende atrair os eleitores muçulmanos nas legislativas

Por: Redacção / AR    |   2014-04-29 17:09
Uma mulher muçulmana, na casa dos 30 anos, denuncia ter sido violada por um grupo de 12 homens, que invadiram a casa onde mora no leste da Índia. A mulher afirma que o objetivo foi puni-la pelo trabalho em favor da oposição nacionalista hindu nas eleições legislativas.

  Portugueses compram gás em Espanha e poupam 10 euros por botija (Renascença)

Depois da corrida à gasolina, agora é ao gás de botija. As populações raianas continuam a atravessar a fronteira para poupar alguns euros. A diferença de preço chega a ser de quase dez euros por unidade, no caso do gás propano
Ronaldo bate recorde de golos na Liga dos Campeões numa época
Com 102 jogos na principal prova de clubes, Ronaldo é o terceiro melhor marcador de sempre da "Champions", com 65 golos, a dois de Messi e a seis do espanhol Raul, já retirado.








Exclusivo CM
20 mil com IRS em atraso
Erro do Tesouro atrasa reembolso do IRS para 20 mil contribuintes
QUANDO É A PAGAR HÁ SEMPRE QUALQUER COISA NO SISTEMA........
Restaurante português entre os 50 melhores do Mundo Este é o terceiro ano consecutivo que o Vila Joya está na lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo, na qual em 2014 subiu 15 lugares, para o 22.º posto. 29 de Abril 2014, 08h15 Nº de votos (0) Comentários (0) Portugal tem os ingredientes certos para vingar na gastronomia mundial, afirmou esta segunda-feira o chef Dieter Koschina, que dirige o restaurante Vila Joya, o único português na lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/restaurante-portugues-entre-os-50-melhores-do-mundo
Restaurante português entre os 50 melhores do Mundo Este é o terceiro ano consecutivo que o Vila Joya está na lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo, na qual em 2014 subiu 15 lugares, para o 22.º posto. 29 de Abril 2014, 08h15 Nº de votos (0) Comentários (0) Portugal tem os ingredientes certos para vingar na gastronomia mundial, afirmou esta segunda-feira o chef Dieter Koschina, que dirige o restaurante Vila Joya, o único português na lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/restaurante-portugues-entre-os-50-melhores-do-mundo

Pelo menos 6 feridos em tiroteio nos EUA
Polícia continua à procura do atirador ou atiradores que provocaram o pânico no aeroporto do Condado de Cobb, a 26 quilómetros da cidade de Atlanta.
Últimas
Pai degola filho e fere outro com gravidade
Uruguaio de 32 anos escreveu carta a justificar o crime. Mãe encontrou cenário de horror quando foi buscar as crianças, que tinham passado o fim-de-semana com o pai.
Função Pública retoma salários e carreira
Governo devolve salários cortados aos funcionários públicos.
Últimas
Detido ex-diretor do MAI
João Alberto Correia é o principal suspeito de corrupção na direção geral da Administração Interna

Ucrania al borde del caos. Atentados y violentos choques entre golpistas y autodefensas en Donetsk, Jarkov y otras ciudades. Lugansk ya es República Popular

by lahoradedespertar
  En la ciudad ucraniana de Donetsk se produjeron 14 heridos en los enfrentamientos entre ultranacionalistas y las fuerzas de autodefensa cerca de un estadio. En la plaza cerca del estadio Olimpiiski se reunieron cientos de vecinos para celebrar una manifestación en apoyo de la federalización de Ucrania, pero fueron atacados por 'hooligans' ultranacionalistas. En estos […]

Rusia acusa a EE.UU de una presencia militar “sin precedentes” en sus fronteras

by lahoradedespertar
  El ministro de Defensa ruso, Serguéi Shoigu, calificó el crecimiento de la presencia militar de EE.UU. y la OTAN cerca de las fronteras de Rusia como algo “sin precedentes”. Esta actuación está acompañada por las declaraciones provocadoras del secretario general de la OTAN sobre la necesidad de contener Rusia, afirmó el ministro ruso en […]

Obras em instalações do PSP, do SEF, da ANPC e da GNR sob investigação

Procuradoria-Geral da República confirma detenção do ex-director geral de Equipamentos do MAI ?e adianta que o suspeito será ouvido nesta quarta-feira no Tribunal Central de Instrução Criminal.
A Polícia Judiciária deteve nesta terça-feira o ex-director-geral de Infra-estruturas e Equipamentos do Ministério da Administração Interna (MAI), João Alberto Correia, no âmbito de uma investigação de corrupção que levou à realização de buscas durante toda a manhã de terça-feira naquela direcção-geral afecta ao MAI
ble>


Manuel Pinho saiu do governo na sequência do mau comportamento na AR, exibido na imagem ao lado. É actualmente suspeito de ter favorecido a EDP, em 581 milhões, mas logo após abandonar o governo não perdeu tempo e arranjou tachos dourados, numa fundação e o cargo de professor na Columbia, universidade dos EUA, com despesas e honorários pagos pela EDP? (2010)
A reacção do PSD foi de estranheza. 

O PSD/oposição tem que fazer o seu papel, e fingir que acha mal, mas apenas porque o Correio da Manhã denunciou, e agora parece mal ficar calado. 
Supostamente não deveria ser o Correio da Manhã, a descobrir como o governo usa o nosso dinheiro, para ajudar ex ministros a não ficar sem tacho. Pois não? 
"O PSD quer saber se é tradição na EDP patrocinar entidades do ensino superior, as quais apoiou nos últimos anos e os montantes envolvidos, perguntas que serão dirigidas ao Governo e entregues no Parlamento.

Estas questões surgem depois do Correio da Manhã ter divulgado ontem o donativo de três milhões de euros que a EDP terá concedido à Universidade de Columbia e que inclui o patrocínio ao seminário do ex-ministro da Economia Manuel Pinho.
De acordo com Luís Campos Ferreira, o PSD vai ainda questionar tanto o Ministério da Economia como o das Finanças sobre se, caso seja tradição na EDP atribuir tais donativos, “se englobava a condição de indicar um professor que lecionasse um seminário ou uma cadeira”.
“Num tempo em que o Governo está a pedir tantos sacrifícios aos portugueses, é para o PSD fundamental saber onde as empresas que têm forte participação do Estado, e por isso dos contribuintes, estão a gastar esse dinheiro”, afirmou Campos Ferreira." Público

Manuel Pinho, um percurso curioso.
@ - Governo: "Golpe fatal" põe Manuel Pinho fora do Governo 2009
Dois dedos na cabeça, em forma de chifres, apontados ao líder da bancada parlamentar comunista, Bernardino Soares, ditaram hoje a saída do Governo do ministro da Economia, Manuel Pinho.
@ - Manuel Pinho nomeado presidente do Conselho de Administração da Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva 2010. As fundações servem para alguma coisa, não é? As famosas prateleiras douradas.
@- Manuel Pinho vai dar aulas em Nova Iorque. EDP paga tudo2010
Ex-ministro da economia faz parte de uma das iniciativas pagas pela EDP. A cadeira sobre energias renováveis que Manuel Pinho, ex-ministro da Economia, vai dar na Universidade da Columbia, em Nova Iorque, é paga com um donativo da EDP, num programa de 4 anos.
@ - Governo de José Sócrates violou a legislação comunitária por ter alargado por 26 anos, sem concurso público, o prazo de concessão à EDP de duas dezenas de barragens. A Endesa, maior barragista em Espanha, critica ter sido excluída dessa negociação.

A EDP pagou ao Estado 759 milhões de euros pelo alargamento da concessão, um preço que os ministros Manuel Pinho e Nunes Correia fundamentaram em avaliações da Caixa Banco de Investimento e do Crédit Suisse. Mas, segundo o atual Governo, que cita informação produzida na mesma altura pela REN, estima que o Estado podia ter encaixado mais 581 milhões de euros. Foi ainda no governo Sócrates que foram oferecidas as escandalosas rendas à EDP. ARTIGO COMPLETO: 
@- Manuel Pinho e o trabalho em Portugal
Um funcionário muito produtivo!

Início
Fim
Local
Função
1982
1984
Univ. Católica Portuguesa
Docente
1982
1984
Instituto Superior de Econ.
Docente
1984
1987
Fundo Monetário Inter./EUA
Economista
1989
1990
Banco Manufacturers Hanover- Port.
Vice-presidente
1990
1993
Comissão de Fiscalização/CGD
Presidente
1990
1993
Ministério das Finanças
Director Geral do Tes.
1990
1993
Junta do Crédito Público
Presidente
1990
1993
Com. Mer. de Valores Mob. (CMVM)
Vice-Pres. Cons. C.
1992
1994
Stern School - Univ. de Nova Iorque
Professor visitante
1994
2005
Banco Espírito Santo, S.A.
Administrador
1994
2005
BES Investimento, S.A.
Vice-Presidente
1994
2005
ESAF, SGPS, S.A.
Administrador
1994
2005
BES Finance
Administrador
1994
2005
BES Overseas
Administrador
1994
2005
Espírito Santo Research
Presidente
1994
2005
Conselho Económico e Social
Membro
2005
2009
XVII Governo Constitucional
Ministro da Economia
2010
PreS.
FunD. Arpad Szenes-Vieira da Silva
Pres. do Cons. Adm.
2010
Pres
Universidade de Columbia - EUA
Professor convidado

O investigador Gustavo Sampaio, conta neste video, a partir do minuto 4, como Manuel Pinho contribuiu para ajudar a EDP



Manuel Pinho ficou célebre pelo triste episódio dos "cornos" da Assembleia da República. Todos os partidos criticaram. Sócrates aceitou o seu pedido de "demissão". Coincidentemente, esse episódio aconteceu pouco tempo depois de Manuel Pinho ter participado na reunião anual dos Bilderberg, à qual assistiu a convite do venerável Pinto Balsemão. 
Agora, Manuel Pinho vangloria-se por dar aulas na Universidade de Columbia, num mestrado sobre energias renováveis, num curso patrocinado pela EDP, empresa com capitais públicos que o próprio Manuel Pinho tutelou enquanto ministro. "Gasta" 4 horas (seguidas) por semana neste trabalho "entediante" para receber valores que ninguém consegue apurar. Valores que dão para pagar o seu escritório de luxo em Nova Iorque com uma vista magnífica sobre a parte Norte de Manhattan. Para este mestrado ser possível, a EDP (com capitais públicos) pagou a módica quantia de 3 milhões de euros.

Manuel Pinho, nas suas imensas horas vagas por semana, passeia-se pelas ruas de Nova Iorque e Manhattan, apreciando os vinhos a 20 dólares a garrafa e as soberbas sobremesas dos restaurantes caros da cidade. Na sua modesta opinião, Manuel Pinho, revelou à revista Sábado, que o entrevistava, que os 3 milhões pagos pela EDP à Universidade Columbia eram um bom investimento, pois ele era uma mais valia desse curso. Nas suas palavras: "é uma coisa boa para o país"... Ainda fez publicidade ao seu site pessoal - http://www.manuelpinho.net - com fotografias do flickr.com onde se pode ver o ex-ministro ao lado de alguns VIP's como Lula da Silva, Michael Phelps, Schumacher e até do Presidente Chinês. Uma verdadeira sessão fotográfica digna dos Museus de Madame Tussauds.
E assim vai a corrupção portuguesa. 
Bem debaixo dos olhos de todos. Até publicada em revistas, diários e semanários para que todos possam enfiar os cornos de Manuel Pinho na sua própria cabeça. Por isso não é de espantar que a actual Ministra da Saúde acuse os portugueses de consumirem demasiados psicofármacos. Só uma sociedade anestesiada poderia permitir uma corrupção deste tamanho, publicada em parangonas nos principais jornais e revistas nacionais, sem consequências de maior para a vida dos portugueses... fonte

Nada como tratar a anormalidade, em que vivemos, como se fosse normal, porque desta forma o povo acredita e vive sossegado, mesmo a assistir a roubos descarados, não reage, é tudo normal. E a imprensa, dominada ou na posse dos anormais, tudo fazem para que a anormalidade seja o nosso normal.

 Neste video, Manuel Monteiro explica o assunto muito bem, para quem quer entender.


https://www.youtube.com/watch?v=YxwErypWebE#t=21



Por Agência Lusa
publicado em 30 Abr 2014 - 09:12
// 

Utentes insatisfeitos com funcionamento de tribunais do Campus de Justiça de Lisboa
Numa escala de um (muito insatisfeito) a dez (muito satisfeito), a média de insatisfação dos inquiridos no funcionamento geral dos tribunais localizados no Parque das Nações foi de 4,9

terça-feira, 29 de abril de 2014

FALECIMENTO POR TEMPO INDETERMINADO

Posted: 28 Apr 2014 02:04 PM PDT
.











Porque a memória é curta...



Muito do Estado Novo assentava em alguns mitos fundadores, entre os quais o mito da ruralidade e o mito da "pobreza honrada", com isso vivia-se na miséria e havia muita fome.






- Portugal era um país pobre, com cerca de 50% da população vivendo da agricultura, muitas vezes de subsistência.


- As crianças das aldeias ajudavam a família logo a partir dos 6 ou 7 anos nos trabalhos do campo.


- No caso das famílias mais pobres, migravam para vilas e cidades - as raparigas muitas vezes para servir de criadas na casa de pessoas ricas ou abastadas.


- O povo vivia em grande pobreza, por isso, os Portugueses começaram a emigrar, cerca de dois milhões até 1974.


- A emigração para o estrangeiro, tinha como resultado as remessas dos rendimentos de trabalho dos emigrantes. Desde finais da década de 60 e toda a década de 70, foi uma das principais fonte de receitas do País.


Em 1970, mais de 36,0% dos alojamentos familiares não possuía electricidade.


- Cerca de 42,0% não tinha esgotos.


- Quase 53,0% não tinha água canalizada.





Exclusivo CM
Deitada na cama e morta à facada
Encontrada amarrada na cama e morta com uma faca nas costas em Felgueiras
FALECIMENTO POR TEMPO INDETERMINADO









AS PROMESSAS DE PASSOS COELHO
Senhora húngara comenta Porto - Benfica 2012-2013
  1. OBRIGATORIO VER
“VIRUS DE CONSTRUCCIÓN MASIVA” 2013 RIX es un grupo distinto, diferente al resto de las bandas del panorama nacional. Un proyecto personal del escritor y productor musical independiente Miguel Rix (voz y bajo), acompañado siempre por su compañera Cristina Aura (teclas y coros), y por distintos amigos grandes músicos todos ellos, que van cambiando según coincida. Su música que fusiona distintos estilos, se basa en letras críticas e incontestables que son la principal materia prima de esta banda. Un mensaje comprometido que cala muy hondo entre sus fieles y cada día más numerosos seguidores, teniendo a esta banda como referente de honestidad: http://www.somosmejoresqueellos.com/R… “Ellos quieren que no pienses, que no sueñes… juntos: Somos mejores que ellos”. Un grupo completamente independiente, han tocado en salas y festivales de todo el país, en multitud de conciertos, tanto del grupo como con el formato de recitales acústicos de Miguel Rix desde el año 2005.

A BRIGADA DO REUMÁTICO, A FAZER O TURNO DAS 24H00 AS 08H00


Tribunal egípcio quer pena de morte para 700 militantes da Irmandade Muçulmana
Existem tumultos no Egito desde que o exército removeu a Irmandade Muçulmana do poder, no ano passado.
Mísseis de CR7 abalam Munique
Extremo do Real Madrid já soma 30 golos na Liga espanhola e 14 na Liga dos Campeões.